Artigos do autor: Jobe

  • 0

Por que e como substituir o Emissor de Cupom Fiscal (ECF) pelo SAT ?

Categoria: Gestão Empresarial

 

SAT FISCAL

Lojas, supermercados, postos de combustíveis e varejistas que faturaram 100 mil reais ou mais em 2015 no Estado de São Paulo estão obrigados a substituir seu Emissor de Cupom Fiscal (ECF) pelo Sistema Autenticador e Transmissor (SAT) de cupons fiscais eletrônicos, a partir de 01/01/2016.

A obrigatoriedade vale para estabelecimentos que não tiverem uma solução fiscal implantada ou que tiverem impressoras fiscais com mais de cinco anos de uso contados a partir da primeira lacração. Essa é a quinta etapa do cronograma estabelecido pela Secretaria da Fazenda, que, desde julho de 2015, determinou que farmácias, minimercados, lojas de materiais de construção, entre vários outros setores do varejo, realizassem a substituição.  

O ECF, não envia informações no formato XML e não é conectado à internet, o que gera dificuldade para o controle da Secretaria da Fazenda de São Paulo, além de retrabalho para os contadores. Hoje a realidade é outra, vivemos conectado o tempo todo e precisamos de um upgrade nas tecnologias de controle fiscal do varejo.

Foi com o objetivo de padronizar o processo de envio de dados que o SAT surgiu. Trata-se de um equipamento online responsável pela geração, autenticação e transmissão do cupom fiscal eletrônico (CF-e) que independe de qualquer intervenção do varejista. Basta que ele emita o documento fiscal pelo equipamento. O SAT armazena e envia as informações, mas não faz a impressão dos cupons. Para a impressão dos comprovantes de venda, o varejista continuará utilizando uma impressora convencional.

Outro benefício está no fato de o SAT ter memórias internas reaproveitáveis, podendo reter informações de, pelo menos, dez dias. Imagine que um estabelecimento tenha a conexão à internet suspensa por qualquer motivo. Ele não perde nenhum dado gerado em todo esse período e, assim que a conexão for restabelecida, a transmissão das informações pode ser feita com segurança.

A terceira grande vantagem é que o SAT pode ser utilizado em rede, o que significa que os varejistas não precisarão mais instalar um equipamento para cada caixa registradora, já que ele pode ser compartilhado por vários caixas e impressoras. Dependendo do tamanho da rede, a economia pode ser bastante considerável.  

De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, desde o início da obrigatoriedade até o dia 10 de dezembro foram transmitidos ao Fisco paulista 158 milhões de cupons fiscais eletrônicos (CF-e) por meio de equipamentos SAT. Segundo a secretaria, esse número está condizente com suas expectativas e vem crescendo exponencialmente a cada dia. Ainda assim, acreditamos que muitas empresas podem não estar totalmente informadas sobre a obrigatoriedade da substituição e, por isso, estejam correndo o risco de serem autuadas.  

Ele lembra que os documentos fiscais emitidos por ECF com data de utilização expirada são considerados inábeis e deixam o emissor sujeito a multa equivalente a 2.355 reais por documento. Para quem não tem certeza se a data de validade do ECF está expirada, a dica é consultar o site da Secretaria da Fazenda de São Paulo. No menu “Serviços Mais Acessados” está a opção “Posto Fiscal Eletrônico – Serviços Eletrônicos”. Para fazer a consulta, é necessário ter nome de usuário e senha.

As empresas precisam se preparar para o SAT, mas a CORPSYSTEM tem a solução e todo conhecimento e experiência na implantação desta nova tecnologia.

E para os casos de clientes que não utilizavam nenhum controle, o seu contador também vai ficar bastante feliz quando, com uma senha eletrônica, conseguir baixar tudo o que for gerado. Não dá nem para comparar com o trabalho que ele tinha antes para decifrar e digitar nota por nota.

Conte com a CORPSYSTEM, uma parceira que ao longo dos anos acumulou conhecimentos e experiências nos diversos casos de sucesso que revolucionaram o mercado em todo território nacional, propiciando aos clientes retorno financeiro, oferecendo controle total no gerenciamento da empresa, evitando desperdícios, aumentando os controles e agilidade para obter maior lucratividade.


  • 0

Como utilizar a tecnologia RFID ?

Categoria: Gestão Empresarial

rfid_tag_crop-660x293

Como utilizar a tecnologia RFID ?

A tecnologia de RFID moderniza a empresa?

Imagine um fabricante de produtos eletrônicos saber onde e quantos produtos estavam estocados em seus centros de distribuição?

Muitas empresas não conseguem fazer um inventário completo do estoque. Quando necessário, realizava uma contagem manual e sempre encontra erros.

Muitas vezes algumas peças são dadas como vendidas – ou pior, perdidas – e, tempos depois, encontradas em alguma prateleira. Produções bastante diversificadas encontram muitas dificuldades no seu controle.

Se deseja rastrear peças  dentro da empresa com eficiência e segurança, sugerimos investir em um projeto de Radio Frequency Identification (RFID), tecnologia que permite identificar e rastrear objetos por meio de sinais de radiofrequência emitidos por etiquetas eletrônicas (ou chips) e captados por leitores.

A empresa pode implantar a tecnologia em fases, por linha de produto. Dividindo o projeto em três partes: software, etiquetas e equipamento de leitura. “O software recebe as informações das etiquetas e as envia para o nosso ERP CorpEmpresarial”, diz Jobe de Lima, referindo-se ao sistema de gestão empresarial. “Essa integração entre o sistema, que pensam ser a etapa mais complicada, é a mais simples”, afirma. Deve-se se atentar para encontrar as etiquetas certas para cada linha ou tipo de produto.

Com o RFID são necessários apenas alguns segundos para contar milhares de itens. A contagem manual apresenta erros, enquanto a do RFID é precisa. Você ganha produtividade e confiabilidade nos inventários.

Outro benefício da tecnologia está no fato de que cada etiqueta eletrônica carrega o número de série do produto. Se houver 10 mil itens em estoque, teremos 10 mil números de série diferentes para saber onde cada uma está posicionada. Assim, se a mesma etiqueta for passada no leitor duas ou mais vezes, a contagem continuará exata, porque o leitor contabilizará apenas um produto.

O RFID rastreia e controla a utilização de matéria-prima e otimiza o estoque. Ninguém precisa avisar que está na hora de comprar determinado insumo porque essa informação vai automaticamente para o ERP CorpEmpresarial da Corpsystem.

O próximo passo é fazer um portal móvel de leitura que possa identificar todos os produtos de um pallet de uma única vez. A empresa também pode expandir os benefícios do sistema de identificação para que os clientes também façam o rastreamento automático dos produtos, com informações sobre data de validade e de manutenção preventiva.

O custo desta tecnologia baixou, é possível comprar etiquetas atualmente a 0,05 centavos de real. Há quatro anos, custavam 0,55 centavos, em média. Outra revolução aconteceu na eficiência da leitura de dados. E com a chegada de novos chips e versões de leitores, surgiram novas aplicações. Para embalagens úmidas, por exemplo, a tecnologia era ineficiente. Agora já não é mais problema.

Muitas empresas estão descobrindo outras funcionalidades da tecnologia RFID que não tinham considerado quando começaram a analisar o retorno sobre investimento (ROI) do projeto. Elas procuram RFID porque precisam de uma solução rápida e confiável para fazer a contagem de produtos, mas acabam encontrando muito mais benefícios, como por exemplo verificar se um profissional está adentrando ou acessando um local com equipamentos de segurança fora da validade ou das especificações necessárias.

Veja outros exemplos: por “RFID Journal LLC”.

 

Conte com a CORPSYSTEM, uma parceira que ao longo dos anos acumulou conhecimentos e experiências nos diversos casos de sucesso que revolucionaram o mercado em todo território nacional, propiciando aos clientes retorno financeiro, oferecendo controle total no gerenciamento da empresa, evitando desperdícios, aumentando os controles e agilidade para obter maior lucratividade.

 


  • 0

Os cinco benefícios que um ERP traz para as pequenas e médias empresas

Categoria: Gestão Empresarial

Erp2

 

Responsáveis por uma fatia significativa da geração de riquezas e empregos no Brasil – 40% do PIB e 53% dos empregos -, as pequenas e médias empresas já são as grandes protagonistas da economia nacional. E a tecnologia pode ajudá-las a impulsionar ainda mais seus resultados. Recentemente, a Microsoft divulgou um estudo realizado pelo Boston Consulting Group (BCG) que concluiu que as empresas emergentes mais abertas à tecnologia geram mais empregos e receita.

 

1. Melhorias gerenciais

Eliminando as diversas planilhas e unificando dados e processos, os gestores têm mais controle sobre as informações, podem prever cenários e, assim, amplificam seu poder de decisão.

 

2.  Gestão tributária

Motivo de dor de cabeça para empresas de todos os tamanhos, o sistema tributário brasileiro é realmente complexo. Conseguir segurança fiscal é um exercício diário para as organizações de todos os tamanhos. A automatização e a integração da controladoria reduzem retrabalho e falhas nas relações com o fisco, evitando multas e gastos excessivos. Diminui também a dependência de terceiros, como contadores – vale pensar no custo-benefício.

 

3.   Segurança da informação

A unificação dos trabalhos num único sistema dificulta o extravio das informações e até possíveis fraudes. Melhor ainda se o ERP estiver na nuvem (Cloud Computing) pois, como a infraestrutura e a manutenção da solução ficam por conta do fornecedor, a empresa ganha segurança e tranquilidade.

 

4.   Redução de custos

Reduzir custos e otimizar a produtividade é a combinação dos sonhos. Ao reorganizar os processos de negócio, automatizar as operações diárias e melhorar a acurácia no cálculo de impostos, a empresa ganha redução de custos operacionais.

 

5.   Competitividade

Com melhorias gerenciais, processos padronizados, sincronizados e seguros, ganho de tempo, segurança da informação e redução dos custos, a empresa se torna mais confiante. Isso impacta a qualidade dos produtos e serviços, e a gestão de pessoas, melhorando seu poder competitivo.

 

Conte com a CORPSYSTEM, uma parceira que ao longo dos anos acumulou conhecimentos e experiências nos diversos casos de sucesso que revolucionaram o mercado em todo território nacional, propiciando aos clientes retorno financeiro, oferecendo controle total no gerenciamento da empresa, evitando desperdícios, aumentando os controles e agilidade para obter maior lucratividade.


  • 0

Softwares de gestão ERP, essenciais para enfrentar a crise.

Categoria: Mercado do Vidro

ERP

Softwares de gestão são essenciais para enfrentar a crise. Em mercados cada vez mais competitivos e num contexto em que as empresas precisam ser mais simples, colaborativas e 100% conectadas, é fundamental que esse tipo de solução tecnológica as ajude a inovar, incrementar os resultados e crescer.

O cenário de incerteza política e econômica que o Brasil está atravessando atualmente – inflação acima da meta do governo, alta do dólar, aumento do custo da energia elétrica e expectativa de retração da economia – exigirá que as empresas se tornem mais eficientes na gestão do seu negócio.

O que ajuda muito nesse ganho de eficiência é o uso de um bom sistema de ERP para organizar seus processos, como por exemplo: finanças, obrigações legais, vendas, compras, estoque, produção, etc.

Com mais de 10 anos de experiência e líder de mercado de softwares para o mercado vidreiro, a Corpsystem oferece sistemas desenhados para serem escaláveis, totalmente adequados à legislação e simples de implantar.

Veja os principais motivos para ter a tecnologia CORPGLASS em sua empresa.

 

Redução de mais de 30% nos custos de pessoal

Custo excessivo que as empresas têm quando não investem ou não possuem um bom sistema ERP é a mão-de-obra. Seria mais vantajoso e lucrativo aperfeiçoar o processo para reduzir o número de pessoal. O sistema CORPGLASS permite, com sua facilidade e praticidade, uma série de facilidades, integrações, com uma excelente normalização dos dados, eliminar os retrabalhos as repetições de digitações, chegando a reduzir o pessoal em mais de 30%. Facilidade na digitação de vendas, com a utilização de projetos cadastrados que executam cálculos automáticos, baixando os produtos, atualizando o contas a receber, gerando automaticamente os romaneios, notas fiscais e gerando todas as condições para o acompanhamentos da produção utilizando os processos automatizados por códigos de barras. Tudo isso a partir da digitação de um pedido de venda. Gera com sobra uma redução superior a 30% nos custos com pessoal. Sem esquecer da incrível economia na impressão e geração de papeis, onde o bolso e o meio ambiente também agradece.

O software CORPGLASS é um excelente investimento, já que ele propõe melhorias gerenciais, correta gestão tributária, segurança da informação, redução de custos e competitividade.

 

Soluções desenvolvidas com tecnologia de última geração

Para garantir os melhores resultados aos nossos clientes, realizamos investimentos contínuos em treinamento e capacitação de nossos profissionais, através de pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias e soluções, visando oferecer sempre as melhores práticas de mercado. Nos últimos anos, a Corpsystem investiu pesado em P&D, gerando inovação e evolução de suas soluções. Isso a torna uma das empresas que mais investem em pesquisa e desenvolvimento no mercado vidreiro. “Hoje, as necessidades de sistemas são diferentes e mais refinadas do que dois anos atrás. Daqui a dois anos, as demandas por software de gestão serão maiores, mais qualificadas e mais tecnológicas”, afirma Jobe de Lima. “Só uma empresa com a capacidade de investir em pesquisa e desenvolvimento manterá atual aquilo que o cliente contratou, com garantia de suporte às operações no futuro.”

 

Soluções flexíveis e escaláveis

Os softwares são aderentes aos clientes de diversos portes e áreas de atuação. Isso significa que, à medida que a empresa cresce, o sistema acompanha as novas demandas, evoluindo de acordo com as necessidades. “Ser escalável, onde conseguimos dar ao cliente flexibilidade e especialização em cada seguimento.” Segundo Eng. Jobe de Lima diretor da Corpsystem Soluções em TI.

“O cliente pode começar pequeno, sabendo que terá uma estrada longa pela frente, mas também sabendo que estaremos sempre ao seu lado criando novas soluções para mantê-lo sempre competitivo com o mercado, agregando novas funcionalidades para manter o seu crescimento, sem precisar trocar de software.”

 

Soluções fiscais e tributárias adequadas à legislação brasileira

A Corpsystem desenvolve soluções totalmente integrada às necessidade fiscais da legislação brasileira. “O Brasil, seus estados e municípios alteram a legislação fiscal e tributária, em média, de uma a duas vezes por semana, o que gera impacto em softwares. É tudo muito volátil, especialmente quando a economia não está bem. Os softwares internacionais não acompanham essas alterações”, afirma Jobe. As plataformas da Corpsystem estão 100% adequadas à legislação fiscal e tributária do Brasil e da América Latina, em cada um dos segmentos em que atua.

 

Solução completa e sob medida

A Corpsystem trabalha com os clientes para desenvolver soluções inovadoras e aderentes às necessidades do mercado.

Possuímos diversos aplicativos e versões para atender as mais variadas exigências de mercado, com profissionais especializados no ramo e sucesso comprovado pelos nossos clientes e dentre as várias linhas de atuação, podemos destacar nossa especialização em soluções ERP, CRM, Supply Chain, Business Intelligence, soluções para WEB e dispositivos móveis.

Integramos ou desenvolvemos o seu e-Commerce, desenvolvemos o seu site, enfim trabalhamos para apresentar a solução completa para a sua empresa.

Adaptamos o software à necessidade de sua empresa e garantimos em contrato a conclusão da implantação do software, onde os nossos clientes têm ciência do exato valor a investir com transparência e segurança.

 

Fácil de utilizar e implementar, simples e móvel

Implementações caras, longas e conflituosas fazem parte da história do ERP no Brasil. Mas a Corpsystem quebrou essa percepção. Afinal, não há mais como esperar um ano para ter uma solução em pleno funcionamento. “Quando a empresa compra um software de gestão, quer fazê-lo funcionar logo. Mas alguns sistemas são muito complexos para serem implantados. Esse processo é mais rápido com a Corpsystem”, afirma Jobe. Essa agilidade aumenta a produtividade, o compartilhamento e a colaboração.

 

Completa infraestrutura de TI

Dispomos de uma completa infraestrutura e contamos com profissionais especializados em gestão empresarial, com experiência e conhecimentos em Gestão Administrativa, Comercial, Produção, Contabilidade e Fiscal.

 

Líder no Brasil para o mercado de Têmperas

A Corpsystem foi fundada, em 2003, por Jobe de Lima, atual diretor da empresa. Hoje, a companhia é líder no mercado de softwares para Têmperas no Brasil, com mais de 70 têmperas implantadas. A CORPSYSTEM foi a primeira empresa da área de TI a desenvolver um software especificamente para o mercado de Têmperas.

Conte com a CORPSYSTEM, uma parceira que ao longo dos anos acumulou conhecimentos e experiências nos diversos casos de sucesso que revolucionaram o mercado em todo território nacional, propiciando aos clientes retorno financeiro, oferecendo controle total no gerenciamento da empresa, evitando desperdícios, aumentando os controles e agilidade para obter maior lucratividade.

 

 

 


  • 0

Website e portais corporativos

Categoria: Marketing

websites-responsivos

Website ou layout responsivo, é um tratamento aplicado na fase de desenvolvimento e faz com que o site se ajuste automaticamente às medidas do dispositivo do usuário (PC, celular, tablet, etc).
Um site responsivo muda a sua aparência e disposição com base no tamanho da tela em que o site é exibido. Então, se o usuário tem uma tela pequena, os elementos se reorganizam para lhe mostrar as coisas principais em primeiro lugar.
Em smartphones a navegação e experiência do usuário fica difícil e limitada tendo que usar recursos de zoom in e out para ler a página na integra. Outros detalhes como botões e menus ficam desformatados pois não foram feitos para esse dispositivo ou resolução.
Hoje em dia cerca de 30% dos acessos a sites e redes sociais provém de dispositivos móveis.
Fale com um de nossos consultores e saiba mais como podemos transformar seu website atual em responsivo ou mesmo desenvolver um novo, para que seja readequado a este importante recurso.


  • 0

E-commerce brasileiro deve crescer 18% e faturar R$ 56,8 bilhões em 2016.

Categoria: Marketing

brasil

Em 2016, o e-commerce nacional deve crescer 18% em relação a 2015 e faturar R$ 56,8 bilhões, de acordo com a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico). O ano deve registrar 190,9 milhões de pedidos nas lojas virtuais, com um ticket médio de R$ 298.

As compras via aparelhos portáteis devem representar 30% do total de pedidos, ante 20% em 2015, o que torna o mobile ainda mais importante para os varejistas brasileiros. A participação das PMEs na receita geral também deve aumentar, atingindo a marca de 22,1% este ano.

O presidente da ABComm, Mauricio Salvador, comenta que a conveniência do consumo online será o grande motor desse crescimento: “As facilidades oferecidas pelos varejistas virtuais, como promoções e preços baixos, seguem como atrativos para os consumidores, projetando um crescimento que nem mesmo a crise econômica no Brasil deve impedir”.

Em 2015, o setor cresceu 22% em relação ao ano anterior e obteve um faturamento de R$ 48,2 bilhões. O ano fechou com 155,5 milhões de pedidos e um ticket médio de R$ 310.

Fonte: E-Commerce News


  • 0

Como contratar um software de Gestão

Categoria: Gestão Empresarial

Formas de Contratação

Conhecer a forma como os fabricantes de Software de Gestão comercializam seus sistemas é de suma importância para qualquer empresa ou profissional que busca conhecimento sobre SOFTWARE DE GESTÃO.

  1. Licença de Uso (LU) ou Cessão de Direito de Uso (CDU) do software
  2. Manutenção do Software de Gestão
  3. Suporte do Software de Gestão
  4. Evolução Tecnológica do SOFTWARE DE GESTÃO
  5. Instalação do Software de Gestão
  6. Implantação do Software de Gestão
  7. Gestão de Projetos de Implantação do Software de Gestão
  8. Translado/Deslocamento
  9. Customização do Software de Gestão

 

Um projeto de aquisição de SOFTWARE DE GESTÃO contém, em sua grande maioria, as seguintes divisões:

2

 

  1. Licença de Uso (LU) ou Cessão de Direito de Uso (CDU):

Para utilizar um Software de Gestão é necessário que a empresa adquira as licenças de utilização ou, de uso. Esta licença permitirá que os usuários acessem o SOFTWARE DE GESTÃO.

Existem modalidades de vendas unitárias (por módulo, ou completa, esta ao SOFTWARE DE GESTÃO todo, independente do módulo) e também modalidades que permitem acesso ilimitado e a todos os módulos do SOFTWARE DE GESTÃO, utilizando como métrica o faturamento da empresa e sobre ele aplicando-se um fator (%).

Existem também outras formas de contratação, onde não é necessária a aquisição, e sim assinatura ou aluguel.

Na modalidade aluguel, não existe a aquisição da CDU e o valor cobrado gira em torno da fração de 24 a 36, sendo que neste cálculo, o valor mensal do aluguel em 24 a 36 meses chega-se ao preço da aquisição da Licença de Uso. Na modalidade aluguel alguns benefícios fiscais de amortização do bem patrimonial não são permitidos, pois não existe pela empresa a ativação do bem.

A assinatura de Software de Gestão é uma modalidade de comercialização relativamente nova, muito aderente para SOFTWARE DE GESTÃO com estrutura via WEB (acesso pela internet) e com foco nas pequenas empresas.

 

  1. Manutenção:

Para que a empresa continue a utilizar o SOFTWARE DE GESTÃO, as empresas de TI cobram uma taxa de manutenção, que representa geralmente algo em torno de 20% a 45% (anual) do valor da licença de uso adquirida.

Por exemplo; se a CDU tem o preço de $1.000,00 / aquisição, o valor de manutenção anual, será em torno de $ 200,00 a $ 450,00 por ano, em torno de $ 16,6 a $ 37,5 mensais.

A manutenção é um valor que deve estar contemplado no orçamento da empresa que optará por um Software de Gestão.

 

  1. Suporte:

Quando a empresa iniciar a utilização do SOFTWARE DE GESTÃO, seus funcionários necessitarão de apoio para dúvidas e aplicações de pacotes de melhoria/correção.

As empresas de TI (fabricantes de SOFTWARE DE GESTÃO) oferecem o serviço de suporte, que hoje pode ser via telefone, portal (internet) e outros meios de comunicação instantânea, tais como MSN, Skype e demais.

Ainda sobre o suporte, as empresas de TI também oferecem suporte diferenciado, algo num estilo mais “Premium” focando atendimento mais personalizado.

 

  1. Evolução Tecnológica:

O Software de Gestão é alvo de atualizações e inovações constantes, seja de melhoria de funcionalidades até de atualizações fiscais, necessárias após anúncio de novas regras tributárias determinadas pelos órgãos fiscais vigentes.

Com direito a Evolução Tecnológica, as empresa tem acesso a novas versões do sistema SOFTWARE DE GESTÃO sem nenhum desembolso financeiro adicional.

 

  1. Instalação:

A Instalação é quando o sistema, de forma técnica é instalado, na sua forma padrão.

Esta instalação pode ocorrer nos servidores do cliente ou Datacenter especializado, neste caso temos a modalidade Saas, hoje mais conhecida como “Cloud Computing”.

 

  1. Implantação:

A Implantação é calculada com base num escopo determinado no momento de análise de aderência e levantamento de informações.

Também chamado de arquitetura de soluções, onde é feito um estudo prévio, em muitos casos com um detalhamento mais superficial visando avaliar os pontos que o Software de Gestão atende de forma padrão e os pontos que serão customizados.

O escopo de implantação envolve os departamentos e processos/regras de negócio que serão atendidos, variando de acordo com a necessidade.

De uma forma ampla, o levantamento do preço do projeto de implantação é feito com base no volume de horas estimado para a execução do projeto, multiplicado pelo valor da hora cobrado pela empresa fabricante de Software de Gestão ou uma Consultoria especializada, geralmente este valor é um valor de mercado e entre as grandes empresas de TI ele fica aproximado.

No caso de empresa de TI com sistemas mais simples e implantações menores, os preços de valor hora praticados tendem a ser menores.

 

  1. Gestão de Projetos:

As empresas de TI quando calculam a quantidade de horas estimadas numa implantação, calculam também as horas necessárias para a atividade de gestão de projetos.

Este profissional, gerente de projetos, é muito importante para que o projeto tenha sucesso e que o escopo seja atendido no prazo acordado e com a qualidade esperada.

Outro ponto importante na atividade de gestão de projetos é a documentação dos processos definidos e implantados, é de suma importância à empresa que visa implantar o Software de Gestão, solicitar a empresa de TI fabricante de SOFTWARE DE GESTÃO ou Consultoria especializada, que já estime a quantidade de horas necessárias para a documentação e inclua no escopo, pois no futuro, esta informação catalogada será essencial para a empresa.

 

  1. Translado:

No volume de horas estimado para a implantação, é prática de mercado calcular o número de visitas e com base nisto, adicionar a quantidade de horas que o profissional investirá para se deslocar até a empresa.

Por este motivo, visitas de meio-período tornam-se menos produtivas e mais caras na implantação, pois o translado será o mesmo.

 

  1. Customização:

Tudo o que estiver fora do padrão do sistema de gestão empresarial (Software de Gestão), principalmente em regras de negócios e processos, será customizado para atender única e exclusivamente a demanda daquela empresa, neste caso esta necessidade para ser atendida terá um investimento adicional.

Quando a empresa for incluir alguma customização no projeto é importante incluir no escopo, o serviço de suporte a customização, pois depois de implantado o SOFTWARE DE GESTÃO, teremos atualizações quem envolverão o processo que foi customizado, possivelmente poderão acontecer problemas na conversão desta customização, com este serviço de suporte, estes problemas são minimizados e acompanhados pela empresa de TI que o customizou.


  • 0

Em Janeiro de 2017, Sefaz irá descontinuar emissores gratuitos da NF-e e CT-e

Categoria: Gestão Empresarial

NFE

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo informa que a partir de janeiro de 2017 os aplicativos gratuitos para emissão da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e do Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) serão descontinuados.

Com a gradual adesão das empresas aos sistemas de documentos eletrônicos, o Fisco Paulista verificou que a maioria dos contribuintes deixou de utilizar o emissor gratuito e optou por soluções próprias, incorporadas ou personalizadas a seus sistemas internos.  No mercado há muitas opções de emissores, alguns deles com uma versão básica gratuita.

Os emissores gratuitos são oferecidos pela Secretaria da Fazenda aos contribuintes desde 2006, quando teve início o processo de informatização dos documentos fiscais e sua transmissão via internet com o objetivo de massificação do seu uso. Apesar dos investimentos realizados, recente levantamento da Secretaria da Fazenda aponta que o total de NF-e’s geradas por empresas que optaram por emissores próprios somam 92,2%. No caso do CT-e, o número é ainda maior: 96,3% dos documentos são gerados por emissores próprios.

Os contribuintes que tentarem realizar o download dos emissores de NF-e e CT-e receberão a informação sobre a descontinuidade do uso dos aplicativos gratuitos. A partir de 1º de janeiro de 2017 não será mais possível fazer o download dos emissores.

A Secretaria da Fazenda recomenda que os usuários que já tenham o aplicativo instalado, façam a migração para soluções próprias antes que a introdução de novas regras de validação da NF-e e do CT-e impeçam o seu correto funcionamento.


  • 0

10 Motivos para investir em e-Commerce

Categoria: Marketing

e-Commerce

01 – Comodidade e segurança, venda até enquanto dorme;banner1
02 – Valorizar a imagem da sua empresa;
03 – Expandir ideias e negócios para outras regiões;
04 – Focar em seu público alvo;
05 – Alcance mundial, acesso fácil a qualquer hora e lugar;
06 – Permitir criar novos canais de vendas, uma nova tendência;
07 – Estreitar o relacionamento com clientes e fornecedores;
08 – Aperfeiçoar processos e reduzir custos de operação;
09 – É o melhor meio de conectar pessoas;
10  – Permitir conhecer melhor clientes e potenciais clientes.

  • 0

Palestra do Steve Jobs para os formandos da Stanford

Categoria: Sem categoria

steve jobs

Veja a íntegra do discurso de Steve Jobs, o criador da Apple, para os formandos da Stanford:

Estou honrado de estar aqui, na formatura de uma das melhores universidades do mundo. Eu nunca me formei na universidade. Que a verdade seja dita, isso é o mais perto que eu já cheguei de uma cerimônia de formatura. Hoje, eu gostaria de contar a vocês três histórias da minha vida.
E é isso. Nada demais. Apenas três histórias.

A primeira história é sobre ligar os pontos

Eu abandonei o Reed College depois de seis meses, mas fiquei enrolando por mais dezoito meses antes de realmente abandonar a escola. E por que eu a abandonei?

Tudo começou antes de eu nascer. Minha mãe biológica era uma jovem universitária solteira que decidiu me dar para a adoção. Ela queria muito que eu fosse adotado por pessoas com curso superior. Tudo estava armado para que eu fosse adotado no nascimento por um advogado e sua esposa. Mas, quando eu apareci, eles decidiram que queriam  mesmo uma menina. Então meus pais, que estavam em uma lista de espera, receberam uma ligação no meio da noite com uma pergunta: “Apareceu um garoto. Vocês o querem?” Eles disseram: “É claro.” Minha mãe biológica descobriu mais tarde que a minha mãe nunca tinha se formado na faculdade e que o meu pai nunca tinha completado o ensino médio. Ela se recusou a assinar os papéis da adoção. Ela só aceitou meses mais tarde quando os meus pais prometeram que algum dia eu iria para a faculdade.

E, 17 anos mais tarde, eu fui para a faculdade. Mas, inocentemente escolhi uma faculdade que era quase tão cara quanto Stanford. E todas as economias dos meus pais que eram da classe trabalhadora, estavam sendo usados para pagar as mensalidades. Depois de 6 meses, eu não podia ver valor naquilo. Eu não tinha ideia do que queria fazer na minha vida e menos ideia ainda de como a universidade poderia me ajudar naquela escolha. E lá estava eu gastando todo o dinheiro que meus pais tinham juntado durante toda a vida. E então decidi largar e acreditar que tudo ficaria OK. Foi muito assustador naquela época, mas olhando para trás foi uma das melhores decisões que já fiz. No minuto em que larguei, eu pude parar de assistir às matérias obrigatórias que não me interessavam e comecei a frequentar aquelas que pareciam interessantes.

Não foi tudo assim romântico. Eu não tinha um quarto no dormitório e por isso eu dormia no chão do quarto de amigos. Eu recolhia garrafas de Coca-Cola para ganhar 5 centavos, com os quais eu comprava comida. Eu andava 11 quilômetros pela cidade todo domingo à noite para ter uma boa refeição no templo hare-krishna. Eu amava aquilo. Muito do que descobri naquele época, guiado pela minha curiosidade e intuição, mostrou-se mais tarde ser de uma importância sem preço.

Vou dar um exemplo: o Reed College oferecia naquela época a melhor formação de caligrafia do país. Em todo o campus, cada poster e cada etiqueta de gaveta eram escritas com uma bela letra de mão. Como eu tinha largado o curso e não precisava frequentar as aulas normais, decidi assistir as aulas de caligrafia. Aprendi sobre fontes com serifa e sem serifa, sobre variar a quantidade de espaço entre diferentes combinações de letras, sobre o que torna uma tipografia boa. Aquilo era bonito, histórico e artisticamente sutil de uma maneira que a ciência não pode entender. E eu achei aquilo tudo fascinante.

Nada daquilo tinha qualquer aplicação prática para a minha vida. Mas 10 anos mais tarde, quando estávamos criando o primeiro computador Macintosh, tudo voltou. E nós colocamos tudo aquilo no Mac. Foi o primeiro computador com tipografia bonita. Se eu nunca tivesse deixado aquele curso na faculdade, o Mac nunca teria tido as fontes múltiplas ou proporcionalmente espaçadas. E considerando que o Windows simplesmente copiou o Mac, é bem provável que nenhum computador as tivesse. Se eu nunca tivesse largado o curso, nunca teria frequentado essas aulas de caligrafia e os computadores poderiam não ter a maravilhosa caligrafia que eles têm. É claro que era impossível conectar esses fatos olhando para a frente quando eu estava na faculdade. Mas aquilo ficou muito, muito claro olhando para trás 10 anos depois.

De novo, você não consegue conectar os fatos olhando para frente. Você só os conecta quando olha para trás. Então tem que acreditar que, de alguma forma, eles vão se conectar no futuro. Você tem que acreditar em alguma coisa – sua garra, destino, vida, karma ou o que quer que seja. Essa maneira de encarar a vida nunca me decepcionou e tem feito toda a diferença para mim

Minha segunda história é sobre amor e perda

Eu tive sorte porque descobri bem cedo o que queria fazer na minha vida. Woz e eu começamos a Apple na garagem dos meus pais quando eu tinha 20 anos. Trabalhamos duro e, em 10 anos, a Apple se transformou em uma empresa de 2 bilhões de dólares e mais de 4 mil empregados. Um ano antes, tínhamos acabado de lançar nossa maior criação – o Macintosh – e eu tinha 30 anos. E aí fui demitido. Como é possível ser demitido da empresa que você criou? Bem, quando a Apple cresceu, contratamos alguém para dirigir a companhia. No primeiro ano, tudo deu certo, mas com o tempo nossas visões de futuro começaram a divergir. Quando isso aconteceu, o conselho de diretores ficou do lado dele. O que tinha sido o foco de toda a minha vida adulta tinha ido embora e isso foi devastador. Fiquei sem saber o que fazer por alguns meses. Senti que tinha decepcionado a geração anterior de empreendedores. Que tinha deixado cair o bastão no momento em que ele estava sendo passado para mim. Eu encontrei David Peckard e Bob Noyce e tentei me desculpar por ter estragado tudo daquela maneira. Foi um fracasso público e eu até mesmo pensei em deixar o Vale [do Silício]. Mas, lentamente, eu comecei a me dar conta de que eu ainda amava o que fazia. Foi quando
decidi começar de novo.

Não enxerguei isso na época, mas ser demitido da Apple foi a melhor coisa que podia ter acontecido para mim. O peso de ser bem sucedido foi substituído pela leveza de ser de novo um iniciante, com menos certezas sobre tudo. Isso me deu liberdade para começar um dos períodos mais criativos da minha vida. Durante os cinco anos seguintes, criei uma companhia chamada Next, outra companhia chamada Pixar e me apaixonei por uma mulher maravilhosa que se tornou minha esposa. Pixar fez o primeiro filme animado por computador, Toy Story, e é o estúdio de animação mais bem sucedido do mundo. Em uma inacreditável guinada de eventos, a Apple comprou a Next, eu voltei para a  empresa e a tecnologia que desenvolvemos nela está no coração do atual renascimento da Apple. E Lorene e eu temos uma família maravilhosa.

Tenho certeza de que nada disso teria acontecido se eu não tivesse sido demitido da Apple. Foi um remédio horrível, mas eu entendo que o paciente precisava. Às vezes, a vida bate com um tijolo na sua cabeça. Não perca a fé. Estou convencido de que a única coisa que me permitiu seguir adiante foi o meu amor pelo que fazia. Você tem que descobrir o que você ama. Isso é verdadeiro tanto para o seu trabalho quanto para com as pessoas que você ama. Seu trabalho vai preencher uma parte grande da sua vida, e a única maneira de ficar realmente satisfeito é fazer o que você acredita ser um ótimo trabalho. E a única maneira de fazer um excelente trabalho é amar o que você faz. Se você ainda não encontrou o que é, continue procurando. Não sossegue. Assim como todos os assuntos do coração, você saberá quando encontrar. E, como em qualquer grande relacionamento, só fica melhor e melhor à medida que os anos passam. Então continue procurando até você achar. Não sossegue.

 

Minha terceira história é sobre morte

Quando eu tinha 17 anos, li uma frase que era algo assim: “Se você viver cada dia como se fosse o último, um dia ele realmente será o último”. Aquilo me impressionou, e desde então, nos últimos 33 anos, eu olho para mim mesmo no espelho toda manhã e pergunto: “Se hoje fosse o meu último dia, eu gostaria de fazer o que farei hoje?” E se a resposta é “não” por muitos dias seguidos, sei que preciso mudar alguma coisa.

Lembrar que estarei morto em breve é a ferramenta mais importante que já encontrei para me ajudar a tomar grandes decisões. Porque quase tudo – expectativas externas, orgulho, medo de passar vergonha ou falhar – caem diante da morte, deixando apenas o que é apenas importante. Não há razão para não seguir o seu coração. Lembrar que você vai morrer é a melhor maneira que eu conheço para evitar a armadilha de pensar que você tem algo a perder. Você já está nu. Não há razão para não seguir seu coração.

Há um ano, eu fui diagnosticado com câncer. Era 7h30 da manhã e eu tinha uma imagem que mostrava claramente um tumor no pâncreas. Eu nem sabia o que era um pâncreas. Os médicos me disseram que aquilo era certamente um tipo de câncer incurável, e que eu não deveria esperar viver mais de 3 a 6 semanas. Meu médico me aconselhou a ir para casa e arrumar minhas coisas – que é o código dos médicos para “preparar para morrer”. Significa tentar dizer às suas crianças em alguns meses tudo aquilo que você pensou ter os próximos 10 anos para dizer. Significa dizer seu adeus. Eu vivi com aquele diagnóstico o dia inteiro. Depois, à tarde, eu fiz uma biópsia, em que eles enfiaram um endoscópio pela minha garganta abaixo, através do meu estômago e pelos intestinos. Colocaram uma agulha no meu pâncreas e tiraram algumas células do tumor. Eu estava sedado, mas minha mulher, que estava lá, contou que quando os médicos viram as células em um microscópio, começaram a chorar. Era uma forma muito rara de câncer pancreático que podia ser curada com cirurgia. Eu operei e estou bem. Isso foi o mais perto que eu estive de encarar a morte e eu espero que seja o mais perto que vou ficar pelas próximas décadas. Tendo passado por isso, posso agora dizer a vocês, com um pouco mais de certeza do que quando a morte era um conceito apenas abstrato: ninguém quer morrer. Até mesmo as pessoas que querem ir para o céu não querem morrer para chegar lá. Ainda assim, a morte é o destino que todos nós compartilhamos. Ninguém nunca conseguiu escapar. E assim é como deve ser, porque a morte é muito provavelmente a principal invenção da vida. É o agente de mudança da vida. Ela limpa o velho para abrir caminho para o novo. Nesse momento, o novo é você.

Mas algum dia, não muito distante, você gradualmente se tornará um velho e será varrido. Desculpa ser tão dramático, mas isso é a verdade.

O seu tempo é limitado, então não o gaste vivendo a vida de um outro alguém. Não fique preso pelos dogmas, que é viver com os resultados da vida de outras pessoas. Não deixe que o barulho da opinião dos outros cale a sua própria voz interior. E o mais importante: tenha coragem de seguir o seu próprio coração e a sua intuição. Eles de alguma maneira já sabem o que você realmente quer se tornar. Todo o resto é secundário. Quando eu era pequeno, uma das bíblias da minha geração era o Whole Earth Catalog. Foi criado por um sujeito chamado Stewart Brand em Menlo Park, não muito longe daqui. Ele o trouxe à vida com seu toque poético. Isso foi no final dos anos 60, antes dos computadores e dos programas de paginação. Então tudo era feito com máquinas de escrever, tesouras e câmeras Polaroid. Era como o Google em forma de livro, 35 anos antes do Google aparecer. Era idealista e cheio de boas ferramentas e noções. Stewart e sua equipe publicaram várias edições de The Whole Earth Catalog e, quando ele já tinha cumprido sua missão, eles lançaram uma edição final. Isso foi em meados de 70 e eu tinha a idade de vocês. Na contracapa havia uma fotografia de uma estrada de interior ensolarada, daquele tipo onde você poderia se achar pedindo carona se fosse aventureiro. Abaixo, estavam as palavras: “Continue com fome, continue bobo”. Foi a mensagem de despedida deles. Continue com fome. Continue bobo. E eu sempre desejei isso para mim mesmo. E agora, quando vocês se formam e começam de novo, eu desejo isso para vocês. Continuem com fome. Continuem bobos.

Obrigado